Controlar meus desejos ou ser controlado por eles. (Domínio Póprio)

March 31, 2010 at 11:07 pm 1 comment

(Segue a primeira parte do resumo de nossa última classe da EBD.)

Estudo Bíblico I Cor. 9: 23 – 10: 13.

Capítulo 9

23 Tudo faço por causa do evangelho, com o fim de me tornar cooperador com ele. 24 Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis. 25 Todo atleta em tudo se domina; aqueles, para alcançar uma coroa corruptível; nós, porém, a incorruptível.

Capítulo 10

1 Ora, irmãos, não quero que ignoreis que nossos pais estiveram todos sob a nuvem, e todos passaram pelo mar, 2 tendo sido todos batizados, assim na nuvem como no mar, com respeito a Moisés. 3 Todos eles comeram de um só manjar espiritual 4 e beberam da mesma fonte espiritual; porque bebiam de uma pedra espiritual que os seguia. E a pedra era Cristo. 5 Entretanto, Deus não se agradou da maioria deles, razão por que ficaram prostrados no deserto. 6 Ora, estas coisas se tornaram exemplos para nós, a fim de que não cobicemos as coisas más, como eles cobiçaram. 7 Não vos façais, pois, idólatras, como alguns deles; porquanto está escrito: O povo assentou-se para comer e beber e levantou-se para divertir-se. 8 E não pratiquemos imoralidade, como alguns deles o fizeram, e caíram, num só dia, vinte e três mil. 9 Não ponhamos o Senhor à prova, como alguns deles já fizeram e pereceram pelas mordeduras das serpentes. 10 Nem murmureis, como alguns deles murmuraram e foram destruídos pelo exterminador. 11 Estas coisas lhes sobrevieram como exemplos e foram escritas para advertência nossa, de nós outros sobre quem os fins dos séculos têm chegado. 12 Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia. 13 Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos p roverá livramento, de sorte que a possais suportar.

No verso 25 Paulo diz “Todo atleta em tudo se domina..Em outras palavras, atletas, quando em treinamento, são modelos de domínio próprio. A vida dos atletas é um modelo de equilíbrio. Eles não comem demais ou de menos. Eles não dormem nem muito e nem pouco. Tudo na vida de um atleta tem lugar e hora certa. Eles não deixam que seus desejos naturais, como por exemplo: buscar o que é mais fácil, mais descanso, mais tempo de lazer, mais comida,  atrapalharem seu treinamento.

Nesta passagem Paulo está nos dizendo: exercite domínio próprio em tudo. Então surge a pergunta: Por quê? A resposta vem imediatamente no mesmo verso “… para alcançar uma coroa.” ou um prêmio. Atletas, como todo ser humano, têm muitos desejos, mas eles subordinaram estes desejos a um desejo maiór. Desejos de comer muito, ou de sair para beber, ou simplesmente dormir e não treinar – estão subordinadas aquele desejo maiór, aquele desejo que governa os outros desejos.

Este ensinamento de Paulo difere dos ensinamentos de Platão e dos gregos. Paulo ensina aqui que o domínio próprio não é tanto uma questão de vontade, mas na verdade é uma questão do coração. O que a Escritura diz vai contra o senso comum sobre domínio próprio das sociedades do passado e do presente.

Os antigos viam o domínio próprio como um exercício da razão e da vontade em detrimento  dos sentimentos. Esta visão diz mais ou menos assim: O coração está cheio de sentimentos mas tais sentimentos devem ser colocados em seu devido lugar. Ou seja, temos que agir com base na nossa vontade, e não com base em nossos sentimentos. E é assim que a maioria das pessoas pensam nos dias de hoje em relação ao domínio próprio.

Com esta analogia dos atletas, Paulo está dizendo que o domínio próprio não é uma questão apenas do exercício da vontade contra os sentimentos. Paulo diz que somos controlados por nossa paixão mais profunda – por aquela paixão que cativou nossos corações. É ilusório pensar que o domínio próprio surge com a repressão dos sentimentos. Pelo contrário, o domínio próprio é alcançado através da paixão e do desejo por algum objetivo. Esta paixão então se torna base de uma escala de valores para uma vida inteira. Mero exercício da vontade em detrimento dos sentimentos não funciona, pois isso é contrário a nossa natureza.

Há um exemplo no Antigo Testamento que ilustra bem este ensinamento de Paulo. O caso de Jacó e Raquel. Jacó queria se casar com Raquel e por isso “… Jacó trabalhou sete anos por Raquel…” (Gn 29:20). Ele estava disposto a trabalhar sete anos para Labão, pai de Raquel, para ter o direito de se  casar com ela. Entregar sua vida a uma outra pessoa por sete anos é necessário disciplina. E onde ele conseguiu esse tipo de disciplina? A biblía diz que estes 7 anos “…lhe pareceram poucos dias…” (Gn 29:20) Esta informação nos mostra que Jacó não teve nenhuma dificuldade com a persistência. Que ele provavelmente nunca disse “quando é que isto vai acabar?” O texto indica que Jacó nem ao menos considerava estes sete anos como trabalho.

Como ele conseguiu esta disciplina? “Então Jacó trabalhou sete anos por Raquel, mas lhe pareceram poucos dias, pelo tanto que a amava.” O tesouro onde você coloca o teu coração, aquilo que for sua maior paixão, será o que ditará a ordem de todos os seus desejos. Os desejos do teu coração estão subordinados a sua maiór paixão. Jacó considerou como a grande alegria de sua vida o amor de Raquel. Ele organizou sua vida em prol deste objetivo. Ele fez isto de tal forma que sete anos lhe pareceu poucos dias. Agora você entende o que quis dizer o salmista quando escreveu: “Deleita te no Senhor, e Ele satisfará os desejos do teu coração.”? O ato de se deleitar no Senhor já é a satisfação dos desejos do teu coração. Isso, claro, se o Senhor for a paixão maior do seu coração. Qual é a grande paixão do seu coração? O que será que está dando ordens aos desejos de seu coração?

Pense nisto.

A continuar.

Pr. Rodrigo DeOliveira

Entry filed under: Uncategorized. Tags: .

A Falsa Humildade é Puro Orgulho. (Parte III) Como cultivar a humildade? A Luta Mais Árdua é Vencer a Si Próprio. (Domínio Próprio Parte II)

1 Comment Add your own

  • 1. Lukas  |  June 27, 2014 at 9:26 pm

    Bom Demais !

    Reply

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Moriá Jovem on Facebook

Moriá Jovem's Facebook profile

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Join 55 other followers


%d bloggers like this: