Afinal de contas o que é fofoca?

August 10, 2010 at 10:02 pm Leave a comment

Leia Tiago 4:10; Prov; 05:09. 11:13, 16:02, 28; 17:09, 18:08, 17; 25:7b-10, 23.

De acordo com este versos fofoca e difamação não é necessariamente passar informações falsas. “O que anda mexericando revela segredos; mas o fiel de espírito encobre o negócio.” Prov. 11:13. Este verso fala de informações verdadeiras, sobre uma pessoa, que deveriam ter sido mantidas em sigilo.

Fofoca é passar adiante uma informação negativa, com a itenção de fazer com que aquele que a faz e o que a ouve se sintam superiores à pessoa em questão. É por isso que gostamos tanto de fofoca – quando a fazemos nos sentimos superiores – fofoca é sedutora. “As palavras do caluniador são como petiscos deliciosos; descem até o íntimo do homem.” (Prov. 18: 8).

Esta definição é confirmada em Tg 4:10-11: ” Humilhem-se diante do Senhor, e ele os exaltará. Irmãos, não falem mal uns dos outros. ...” A expressão traduzida aqui como “falar mal” no grego quer dizer “falar contra” (kata-lalein). Não é necessariamente um relatório falso, apenas uma “contra-relatório” – que mina o respeito e o amor do ouvinte para com a pessoa de quem está sendo falado. (O vento norte traz chuva, e a língua caluniadora, o rosto irado. – Pv 25:23).

Esta conexão entra a calúnia e o orgulho (v.10), feita por Tiago, mostra que a calúnia não é uma avaliação humilde sobre o erro e a culpa, (devemos cultivar o habito de fazer avaliações humildes).  Pelo contrário, na calúnia, o caluniador fala como se ele nunca fosse capaz de fazer o mesmo. Uma avaliação humilde é gentil, resguardada e sempre mostra que aquele que a faz compartilha da mesma fragilidade, humanidade e natureza pecaminosa com aquele que está sendo criticado. Ele sempre mostra uma profunda consciência de seu próprio pecado.

Fofoca pode ser bastante sutil. Tg. 5:9 – “Não vos queixeis, (literalmente não resmungar ou revirar os olhos), irmãos, uns dos outros”. Tiago se refere ao tipo de “falar mal” que não é tão específico como calúnia ou difamação. É insinuar não apenas com palavras, mas com linguagem corporal. Significa balançar a cabeça, revirar os olhos, etc, reforçando assim a erosão do amor e respeito por alguém. Por exemplo as expressões como: “Você sabe muito bem como as coisas são feitas por aqui.” Tais gestos e comentários produzem o mesmo efeito que a fofoca. Mina o amor e o respeito. ‘Como o vento norte traz chuva, assim a língua fingida traz o olhar irado.” (Prov. 25:23). Isto enfraquece o respeito, afeto e admiração pelo outro.

O que devemos fazer quando ouvimos uma calúnia ou fofoca?

Provérbios 17:9 – ” O que encobre a transgressão adquire amor, mas o que traz o assunto à baila separa os maiores amigos.

A primeira coisa a fazer quando você ouvir ou ver algo negativo sobre alguém, é procurar cobrir a ofensa ao invés de falar sobre o assunto com os outros.  Ou seja, ao invés de deixar que isto penetre seu coração, você deve procurar impedir que este assunto destrua o seu amor e respeito pela pessoa em questão.

Como?

  • Primeiro, por se lembrar do seu próprio pecado. Prov. 16:2 – “Todos os caminhos do homem são puros aos seus olhos, mas o SENHOR pesa o espírito (motivação).” Saber disto automaticamente o impede de estar muito seguro da sua posição e de falar duramente contra as pessoas do outro lado do conflito. Você percebe que talvez não esteja vendo as coisas com clareza. Suas razões não são tão puras quanto você acha que são.
  • Em segundo lugar, lembre-se que sempre há um outro lado na história. Prov. 18:17 – “O primeiro a apresentar a sua causa parece ter razão, até que outro venha à frente e o questione.” Você nunca tem todos os fatos. Você nunca está em uma posição na qual consiga ver o quadro inteiro e, portanto, quando você ouve o primeiro relatório, você deve assumir que você não tem informações o suficiente para tirar uma conclusão.
  • Em resumo, quando você ouvir um relatório negativo sobre uma outra pessoa, você não deve deixar que estas palavras penetrem o seu coração. Se você não for capaz disto, então vá até a pessoa, faça o possível para não perder de forma permanente o amor e o respeito pela pessoa .

O que fazer quando, na sua opnião, o erro é muito grande e doloroso para ser ignorado?

Prov. 25:7-10 “7… O que você viu com os olhos 8 não leve precipitadamente ao tribunal, pois o que você fará, se o seu próximo o desacreditar? 9 Procure resolver sua causa diretamente com o seu próximo, e não revele o segredo de outra pessoa,10 caso contrário, quem o ouvir poderá recriminá-lo, e você jamais perderá sua má reputação.

Em seu comentário sobre este texto Derek Kidner escreveu: “quando você achar que alguém fez algo errado, devemos lembrar que uma pessoa raramente conhece todos os fatos (v.8) e os motivos para a propagação de uma história são raramente tão puros como fingimos ser (v.10). Correr para a lei ou aos vizinhos é geralmente fugir do dever de relacionamento pessoal.

Veja o que disse Jesus em Mateus 18:15 b. “vá e, a sós com ele, mostre-lhe o erro. Se ele o ouvir, você ganhou seu irmão.

Resumindo, se você sentir que o problema é grande demais e você não conseguirá impedir que este destrua o seu respeito pela pessoa, você deve ir até até a pessoa, antes de ir a qualquer outra pessoa.

Três coisas que podem ser feitas.

  1. suspenda julgamentos.
  2. cubra a ofensa em amor.
  3. fale com a pessoa em questão pessoalmente.

E a regra de ouro:  Nunca passe adiante o relatório negativo. Nem o permita minar seu respeito e amor pela pessoa.

Pense nisso!

Entry filed under: Uncategorized. Tags: , , , , .

A Vontade de Deus Para a Minha Língua. Quando apenas dizer a verdade não basta.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Moriá Jovem on Facebook

Moriá Jovem's Facebook profile

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Join 55 other followers


%d bloggers like this: